Roupas que capturaram o espírito do tempo

Por Alessandra Marins l Fotos: FFW

gucci-vetements-slide-guo4-blog427

“Esses dois caras estão mudando como pensamos sobre moda”, esse foi o título da matéria do jornalista Alexander Fury, no NY Times de abril de 2016. Seis meses depois, na semana de moda de São Paulo, podemos ver nas passarelas dos desfiles brasileiros a arquitetura das peças desfiladas com influências de Alessandro Michele e Demma Gvasalia, que como traduz o subtítulo, “estão fazendo roupas que capturaram o espírito do tempo.”

montagem-1

Segundo o jornalista, ambos falam com frequência incessante sobre roupa, o seu uso na realidade e sobre as escolhas do indivíduo no dia a dia. Essa é uma reflexão que vem do excesso de roupas existentes no mercado e do que o consumidor realmente se conecta e deseja vestir hoje.

Apesar das referências dos dois designers serem diferentes, há uma influência de ambos nas coleções atuais. A alfaiataria com exageros nas golas, as camisas com mangas ultralongas, blazers com ombros retos e avantajados, e o look das grandes saias com grandes casacos, de Dvsalia. O jacquard  e os tecidos personalizados com brilhos, os vestidos e as bolsas bordadas e estampadas, as parkas e jaquetas com curvas acentuadas.

montagem-2

As coleções falam mais sobre conforto, funcionalidade, movimento e estilo individual no styling.

Designers brasileiros se identificaram com a estética que estes designers estão propondo. Novas marcas foram lançadas durante a semana de moda, oferecendo pequenas coleções com variações em cima de um mesmo produto, respaldados nas últimas apresentações das marcas que trazem a assinaturas destes dois criadores, Gucci e Balenciaga, onde suas roupas não mudam muito de estação para estação desde que assumiram as direções criativas.

montagem-3

Nas coleções desta edição muitos estilistas pareciam estar na mesma sintonia, querendo refletir sobre o que o consumidor quer realmente vestir. Todo o discurso destes dois designers fez parte de algumas das declarações dadas pelos estilistas nacionais: “Você não usa moda, você veste roupas.”

A moda está sendo repensada em diversos sentidos. “Michele e Dvasalia apareceram no momento certo, quando as coisas precisam ser repensadas para que aconteça a evolução da indústria”, confirma o jornalista.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *