Curso Online de Transformação Têxtil: Como Desenhar uma Coleção de Moda a partir do Tecido

Por Paula Gabriela Teixeira – 30 de outubro de 2017

A designer de moda Paula Gabriela Teixeira passou a se relacionar melhor com o momento da criação, tão comum na sua carreira, depois que assistiu ao curso online de Transformação Têxtil conduzido pela estilista brasileira Fernanda Yamamoto. A seguir, ela conta como foi a experiência.

Atuando nas áreas de moda e design, uma das partes mais difíceis do meu trabalho é iniciar os desenhos de uma nova coleção ou de uma estampa, aquele momento em que encaro o papel em branco. Seja por falta de inspiração ou medo de não conseguir criar nada novo ou especialmente interessante, sinto que muitos de nós ficamos paralisados diante dessa tarefa.

Recentemente consegui desmistificar bastante esse aspecto do processo de criação, quando fiz o curso online de Transformação Têxtil conduzido pela Fernanda Yamamoto. De uma forma muito clara e tranquila, ela apresenta técnicas que ajudam a quebrar tais barreiras, facilitando a inspiração e criação como um todo. Por meio de uma abordagem muito prática, somos convidados a colocar a mão na massa em dois exercícios de desenvolvimento de superfícies têxteis e dois outros de criação de formas. A prática ajuda não só a exercitar nosso lado criativo, mas também a gerar materiais que servem de ponto de partida para a criação de coleções de moda.

A não-linearidade do processo usado e explicado por Fernanda chama muita atenção. Na faculdade somos ensinados a pesquisar, desenhar e somente depois pôr a mão na massa. Subvertendo a ordem, a estilista nos mostra que muitas vezes começar direto pelo tecido ou pelas experimentações no manequim são a melhor maneira de ajudar a desenhar uma coleção.

modelagem-paula-gabriela
Paula Gabriela durante o processo de modelagem

Apesar de ser um curso focado na prática, ele funciona muito bem no formato online. Todos os exercícios são simples de fazer em casa e, com exceção do primeiro, utilizam materiais que a maioria dos estudantes ou profissionais de moda já possuem. Uma grande vantagem do formato online é que podemos adaptar as aulas ao nosso horário. Eu, por exemplo, optei por assisti-lo todo logo de uma vez, sem praticar, reassistindo depois aos vídeos enquanto fazia os exercícios ao longo da semana.

O meu exercício favorito foi o de costura de retalhos em plástico hidrossolúvel, pois eu tenho muitos retalhos de tecidos e sempre quis achar um fim a eles que não fosse a lixeira. Eu não conhecia a entretela de plástico hidrossolúvel e fiquei impressionada com seu uso. A técnica que Fernanda ensinou tem um resultado muito bonito e abre inúmeras possibilidades para criação de nossos próprios tecidos utilizando retalhos.

No que se refere à criação de formas, o que mais acrescentou foi a noção de que experimentação é parte do processo de criação e vivê-lo com liberdade é tão importante quanto o resultado final. Isso me tirou a pressão de criar algo perfeito e apenas testar possibilidades até chegar em alguma que me agradasse e que pudesse se desdobrar em uma coleção no futuro.

O trajeto ao lado de Fernanda Yamamoto é muito válido para qualquer pessoa que sinta algum tipo de bloqueio criativo ou que gostaria de aprender técnicas novas para aplicar em seus trabalhos. As horas investidas para fazer todos os exercícios demonstrados pela estilista valem a pena. Afinal, para transformar tecidos de forma criativa e competente, precisamos transformar a nós mesmos.

Fernanda Yamamoto
Fernanda Yamamoto

 

O curso de Transformação Têxtil está disponível aqui. Inscreva-se já.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *