Como empreender no mercado de moda com poucos recursos?

Por Paula Laureano – 02 de novembro de 2017

Para quem não tem recursos e quer empreender no mercado de moda, Márcio Callage aconselha olhar para a lógica das Start Ups do Vale do Silício, que apresentam uma nova forma de fazer negócio: baseada em propósitos e em relações mais justas

Como empreender no mercado de moda com poucos recursos? Para o publicitário Márcio Callage, o primeiro passo é reconhecer que existe essa limitação. O segundo é construir uma história para a marca a partir dela. São essas verdades e propósitos que conectam as pessoas no mundo de hoje, segundo ele. “O mundo não precisa de mais marcas de moda, o que a gente quer é se encantar, se emocionar com a história de alguém”, afirma.

Principalmente na indústria da moda, onde prevalecem vícios, como a troca de coleção a cada dois, três meses e a complexidade de formular um mínimo produto viável, que dificultam ainda mais o crescimento de uma nova marca no mercado. “Se uma nova marca, que não tem dinheiro, mudar tanto de coleção, ela quebra”, afirma Márcio.

O publicitário aconselha novas marcas e até marcas que querem se reestruturar a olhar para a lógica das start ups do Vale do Silício, que criaram um jeito mais leve de empreender, alinhado com a nova economia: atrativa para os profissionais, justa para todos os envolvidos, baseada em relações de parceria e com possibilidade de testar antes de escalar.

“É um jeito mais sexy de ser. É uma nova maneira de viabilizar, de comunicar, de fazer business, tudo conectado com um propósito. Bons produtos comunicam. E o que são esses bons produtos? São os que já nascem com alguma história”, diz.

Por exemplo, a marca PP, que faz bolsas e acessórios com a sobra do couro que recolhe da indústria de sapatos. “Se alguém elogia a bolsa, já existe assunto. Não é uma bolsa comum, é de couro reciclado”, explica. Se existe uma história, a imprensa se interessa, é mais fácil de atrair investidores.

A marca já possui duas lojas (uma em São Paulo e outra em Porto Alegre) e para comunicar, promove eventos, palestras com assuntos que tenham a ver com o propósito da PP. Márcio também cita a Básico.com e a Híbrida como exemplo de marcas inseridas nessa nova economia. 

No Workshop “A Moda são as StartUps”, nos dias 10 e 11 de novembro no Rio, o publicitário Márcio Callage vai abordar mais o assunto. Participe! Saiba mais pelo link: http://bit.ly/2le5oTX

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *