Anne Gaul e Isabela Queiroz, da Original Store, comentam sobre a criação dos uniformes para a escola Eleva

Por Paula Laureano – Publicado em 12 de março de 2017

 Anne Gaul, estilista e sócia fundadora da agência de moda e design Oestudio, e Isabela Queiroz, estilista com experiência no mercado de varejo de Moda, contam sobre como foi desenvolver o uniforme para a escola Eleva, de Jorge Paulo Lehman. A dupla criou a Original Store, marca carioca especializada em design e produção de uniformes. 

São camisetas de malha de diversas cores, polos em vários modelos, agasalhos com e sem manga, salopetes, bermudas, shorts. Muitas combinações para os estudantes. O Oestudio já havia feito os uniformes dos atletas brasileiros para os Jogos Pan-Americanos do Rio, para a Olimpíada de Pequim e para os trabalhadores do Porto Maravilha. Também realizou parcerias com as marcas Cantão, C&A, Rider, Sony, Vivo. Nos anos 2000, os desfiles sobre tecnologia, consciência negra, população de rua e doação de sangue fizeram sucesso no Fashion Rio.   

uniforme

1) Como foi o processo de concepção dos uniformes?

Fizemos algumas reuniões com o marketing do Eleva para entender quais eram os valores da escola para que o vestuário pudesse acompanhar. Pesquisamos uniformes em geral no mercado até entendermos que tínhamos uma grande oportunidade de fazer algo diferente. Focamos em desenhar algo confortável, divertido e democrático onde cada um tivesse a liberdade de escolher o que vestir. Entendemos esse uniforme como a roupa de todo dia, e por isso colocamos como  meta inicial a qualidade dos nossos produtos.

2) Vocês já tinham feito um uniforme esportivo, mas como foi fazer um escolar? Quais são as diferenças?

Os uniformes esportivos tem muita semelhança com os escolares. Ambos carregam em si valores muito importantes: valor de moral, valores utilitários e valor de marca. A diferença está apenas na relação de uso do uniforme. Geralmente os atletas já iniciam suas carreiras ávidos para usá-los . A nova geração de estudantes não sabe o que é ter orgulho de usar o uniforme da escola que irá lhe formar. E nosso desafio neste projeto foi resgatar este respeito e admiração.

uniforme eleva

3) Como surgiu o convite?

Não foi bem um convite… Assim que soubemos do projeto da Escola, nos interessemos em apresentar um estudo de uniformes  que acompanhasse os valores do Eleva. Sabíamos que a diretoria era jovem e estava aberta para novas propostas, então montamos uma apresentação com alguns caminhos e fomos, juntos, editando até encotrarmos o uniforme que seria a cara da escola.

4) Como foi a parceria com a designer Isabela Queiroz?

Bela é uma excelente profissional da indústria do vestuário, trabalhou com as melhores marcas de varejo de moda do Rio de Janeiro e, sua experiência com esta cadeia produtiva foi fundamental para criarmos este novo negócio. A produção em escala de roupas requer planejamento estratégico, tático e operacional, e foram com essas expertises que nos complementamos nesta sociedade.

uniforme eleva anne gaul

5) O mais diferente desse uniforme é a possibilidade de fazer várias combinações. Isso era uma demanda vinda de alunos? Foi uma tentativa de agradá-los?

Isso foi automático, foi nosso, desenhávamos os croquis e apareciam as vontades de compor aquele universo cada vez mais com peças que gostamos de usar no nosso dia a dia. É claro que o objetivo era agradar os alunos, afinal de contas, era para eles que estavamos criando. Foi uma experiência muito particular, já que os uniformes deste segmento tem uma vida útil muito longa e, agradar crianças e adolescentes é sempre um desafio.

crianças escola eleva

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *